Efémero - Companhia de Teatro de Aveiro

Curso de Iniciação Teatral | 2022

SOBRE O ESPECTÁCULO

Nos tempos que correm a guerra bate-nos à porta todos os dias, 24h, 1440 minutos, 86.400 segundos. Bate-nos a guerra e batemo-nos nós com o debate que ela suscita. Esta tragédia deve ser discutida, é verdade. Mas tal como na pandemia em que de repente só existia covid, desvanecendo-se miraculosamente todas as outras maleitas, também, neste caso, as outras guerras, as que se passam no nosso mundo, no nosso "quintal", na casa ou no leito, pouco se fazem notar, passando a meros caprichos do destino a que cada um está votado.`Temas como o amor, ou desamor, estão cada vez mais destinados às passereles medíocres de talk shows televisivos.A guerra das armas está na Ucrânia, a do amor, nos fazedores de conteúdos. Neste espectáculo não distinguiremos dores, porque todas são dolorosas. Ao abordarmos as guerras amorosas apenas nos atrevemos a questionar o género humano, aquilo que faz de nós, seres pensantes, o mais irracional dos bichos quando nos toca o amor, o ódio ou a dor.

Ficha Técnica e Artística

FORMADORES Ivo Prata | Expressão Dramática Filipa Peres | Movimento Rui Queiroz | Voz Vítor Correia | Interpretação FORMANDOS | ACTORES Alejandro dos Santos Ana Machado Ana Maia Bianca Querino Catarina Lourenço Daniela Castro Helena Xavier Lucas Sousa Sofia Monteiro PRODUÇÃO Efémero-CTA

Efémero - Companhia de Teatro de Aveiro

Curso de Iniciação Teatral | 2022

SOBRE O ESPECTÁCULO Nos tempos que correm a guerra bate-nos à porta todos os dias, 24h, 1440 minutos, 86.400 segundos. Bate-nos a guerra e batemo-nos nós com o debate que ela suscita. Esta tragédia deve ser discutida, é verdade. Mas tal como na pandemia em que de repente só existia covid, desvanecendo-se miraculosamente todas as outras maleitas, também, neste caso, as outras guerras, as que se passam no nosso mundo, no nosso "quintal", na casa ou no leito, pouco se fazem notar, passando a meros caprichos do destino a que cada um está votado.`Temas como o amor, ou desamor, estão cada vez mais destinados às passereles medíocres de talk shows televisivos.A guerra das armas está na Ucrânia, a do amor, nos fazedores de conteúdos. Neste espectáculo não distinguiremos dores, porque todas são dolorosas. Ao abordarmos as guerras amorosas apenas nos atrevemos a questionar o género humano, aquilo que faz de nós, seres pensantes, o mais irracional dos bichos quando nos toca o amor, o ódio ou a dor.

Ficha Técnica e Artística

FORMADORES Ivo Prata | Expressão Dramática Filipa Peres | Movimento Rui Queiroz | Voz Vítor Correia | Interpretação FORMANDOS | ACTORES Alejandro dos Santos Ana Machado Ana Maia Bianca Querino Catarina Lourenço Daniela Castro Helena Xavier Lucas Sousa Sofia Monteiro PRODUÇÃO Efémero-CTA